Tag Archives: móveis

Gaveteiro cubo mágico

20 out

Poucos brinquedos no mundo são tão imediatamente reconhecíveis quanto o Cubo Mágico — ou, dependendo de suas predileções, Cubo Rubik. E olha que já tem quase quarenta anos que esses malditos cubos multicoloridos vem desafiando — e frustrando — geração após geração de crianças e adolescentes. Ele tem mostrado uma vitalidade impressionante.

O que o distinto me diria de incluir esse ícone dos anos 80 na decoração de seu lar? Nada mal, não? Então esse post do Instructables certamente será de seu interesse. Nele tem instruções detalhadas de como construir um desses gaveteiros aqui:

Evidente que ele não gira nos 3 eixos como a versão de plástico — até porque isso faria uma bagunça danada entre os seus quardados. A parte bacana é que s você tiver alguma habilidade em marcenaria — ou conhecer algum marceneiro de confiança — dá para fazer um desses um custo bastante razoável.

 

 

É o seu turno, Sultão

19 out

Essa aqui é a Sultão e ela é uma mesa para jogos de RPG. Comprar uma dessas é — mais ou menos — o equivalente nerd de pagar os tubos para ter uma mesa de bilhar profissional na sala de estar de casa. Um investimento pra lá de sério no status e dignidade de seu passatempo predileto.

Esse aqui é o modelo para seis jogadores — 4 nas laterais, um mestre e um jogador em cada cabeceira –, mas há modelos para até 10 pessoas. Como não poderia deixar de ser, a mesa vem com gavetas e superfícies retráteis para melhor acomodar tudo o que um jogador possa precisar para salvar um mundo de fantasia.

Disponível nas opções nogueira, cerejeira e bordo para os jogadores ultra-exigentes. A superfície de jogo é de o game vault uma superfície escavada (mas que pode ser coberta) e com uma proteção de acrílico sob a qual os mestres podem colocar uma mapa para orientar a ação.

Evidente que com isso tudo, o custo não vai ser nada pequeno: US$ 11.650 pelo modelo de entrada.

 

 

Sofá Space Invaders

1 set

Criação do designer russo Igor Chak, o sofá Retro Alien Couch coloca um dos invasores do espaço do clássico absoluto da era do arcade Space Invaders na sala de sua casa em toda sua glória dos gráficos < 8bit!

 

Só avisando que a peça aí em cima é uma versão 3D renderizada e não uma foto de verdade, é bom ter isso em mente se o distinto estiver pensando seriamente em desembolsar os U$ 5 mil (!) que o designer está cobrando pela peça. Por mais divertida que ela vá ficar na minha sala, essa é uma quantidade de dinheiro que precisa ser seriamente ponderada antes de ser gasta.

Se, mesmo assim, o distinto estiver resolvido a comprar essa beleza. Ela está a venda aqui.

 

Pra combinar

29 abr

Há uns dias publiquei esse post sobre uma mesa de centro todinha feita de placas de circuito recicladas feita pela CRB Designs.

Agora eles estão lançando a poltrona BNR011000110110100001100001011010010111001001-00110001 pra combinar.

É claro que ela tem o mesmo probleminha da mesa — uma porção de arestas afiadas que eu, particularmente, preferiria manter longe de um lugar por onde eu passo várias vezes ao dia. Sem contar que deve ser praticamente impossível limpar direito uma peça com essa quantidade de buracos e superfícies. O preço (sob consulta) também não deve ser dos melhores.

Mas se o distinto tiver as manhas e um montão de placas de circuito sobrando pode arriscar fazer uma dessas.

Mesinha de centro high-tech

5 abr

Se você é daqueles tipos sentimentais que não teve estômago para se desfazer de cada um de seus velhos PCs conforme eles iam se aposentando e foi esquecendo os pobrezinhos pelos cantos da casa onde eles ficam juntando poeira com aquele ar meio tristonho de quem só queria  mais uma partidinha de Wolfenstein  3D para recordar os dias de glória, então, essa dica aqui é perfeita.

Dá um cheiro:

O nome é Binary Low Table e é essencialmente uma mesinha de centro todinha de partes recicladas de computadores — a estrutura é de peças de aço recortadas de velhas torres — feita pelo estúdio de design BRC Designs dos Estados Unidos. O preço é sob consulta, mas considerando a natureza da peça e do fato dela vir de fora acho que o distinto faria melhor se encarasse isso como um projeto do tipo faça você mesmo.

Eu também seria cuidadoso sobre o lugar onde colocar essa peça, ela não é bem o tipo de coisa que eu gostaria de chutar acidentalmente.